Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Defensoria participa de debate com a rede de Atendimento à Mulher em Situação de Violência de Jardim

Evento mulheres Jardim

A edição deste ano do evento  Dialogando na Rede de Atendimento à Mulher em Situação de Violência teve como tema a “Saúde da Mulher”.


Texto: Danielle Valentim


A Defensoria Pública de MS palestrou no 2º Dialogando na Rede de Atendimento à Mulher em Situação de Violência de Jardim, cidade que fica a 237 km de Campo Grande.

A edição deste ano teve como tema a “Saúde da Mulher”.

A convite da Coordenadoria de Políticas Públicas para as Mulheres do município, Ana Cláudia Pleutin, a coordenadora do Núcleo Institucional de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos (Nudem), defensora pública Thais Dominato, e a assistente social do Nudem, Elaine França, falaram sobre a violência obstétrica.

Na oportunidade também apresentaram o projeto vencedor do Innovare, para que a rede possa, a partir dele, criar estratégias de atuação.

“A violência obstétrica contribui para o alto índice de mortalidade materna e neonatal no país, além de ser uma das violências de gênero pouco debatidas nasociedade”, pontuou a coordenadora.

Dra Thais em Jardim

Coordenadora do Nudem, defensora pública Thais Dominato Silva Teixeira.


A coordenadora da 5ª Regional de Jardim, defensora pública Andréa Pereira Nardon Braga, discutiu as formas de atendimento da Defensoria Pública voltadas ao assunto.


A prefeita de Jardim, Clediane Matzenbacher, participou do evento e incentivou as equipes a ampliarem o debate sobre o acolhimento da mulher no sistema de saúde para evitar a violência obstétrica, com a mulher e a criança.

Também participaram do encontro as secretárias de Saúde, Janaina Willemann, e de Assistência Social, Marilsa Nascimento Bambil, e as coordenadoras de Políticas Pública de Bela Vista, Nioaque e Caracol.

Fim do conteúdo da página